Pages

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Transtorno desafiador opositor e terapia cognitiva comportamental

Resultado de imagem para tdah terapia cognitivo comportamental
Devido à maioria das crianças e adolescentes serem, às vezes, difíceis de se lidar, os pais podem imaginar se o comportamento de sua criança é parte de um desenvolvimento infantil normal ou se a criança tem Transtorno Desafiador Opositivo. Para a criança com TDO, comportamentos agressivos e raivosos são o preceito; e eles acontecem fora de casa com outras figuras de autoridade, não apenas com os pais. A terapia cognitivo-comportamental pode ajudar a tratar crianças com o TDO.
Se os pais suspeitarem que seu filho apresenta o TDO, o correto é fazer uma consulta com um terapeuta profissional, de acordo com Academia Americana de Psiquiatria da Criança e do Adolescente. A terapia cognitivo-comportamental é um método de tratamento que pode ajudar a criança ou adolescente. O terapeuta comportamental irá ensinar à a criança como substituir maus comportamentos por bons.
A terapia cognitivo-comportamental é tanto uma terapia familiarcomo individual para crianças com TDO. Enquanto toda a família irá aprender os métodos, a criança aprende técnicas individuais com o terapeuta. O terapeuta ensina a criança a como lidar com situações difíceis. Com frequência, a criança não cria empatia de como suas reações afetam os outros; ela aprenderá isso também na terapia.
O terapeuta irá primeiro estudar as formas que os pais interagem com a criança. Quando o terapeuta descobre quais são as áreas problemáticas, ele irá ajudar os pais a escrever um regulamento em que os pais e a criança irão seguir. Este regulamento especificará quais comportamentos negativos a criança deve abolir e quais comportamentos os pais irão recompensar. O regulamento especificará quais serão as consequências negativas e as recompensas positivas. Transparência é a meta.

Metas positivas

Primeiramente, a criança ou o adolescente com TDO deve apenas agir de forma positiva para obter a recompensa. No entanto, a meta será fazer com que a criança mude seus comportamento por si mesma, para sua própria gratificação. Por exemplo, se a criança regularmente age com seu grupo de forma a ter poucos amigos ou nenhum, uma vez que ela começar a mostrar comportamentos positivos, ela fará novos amigos. Fazer novos amigos, ao invés de obter recompensas dos pais, irá motivá-la.

Destaque!!!!!!!!!!!

Aula criativa de matemática sobre a conversão do dólar

Um emprego em um navio de cruzeiro pode ser uma grande chance de conhecer lugares novos e ganhar um bom salário. Quanto melhor for seu ingl...